terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

10 decisões, de acordo com Jesus, que podem mudar sua vida: 8. não julgar

Nós todos já estivemos em ambos os lados desta decisão. Estivemos do lado daqueles que julgam as pessoas, e estivemos do lado daqueles que foram julgados por outros. Nós sabemos o sentimento, sabemos como fazer e como evitar. O desafio é não fazer. Nós não podemos impedir que as pessoas nos julguem, mas certamente podemos começar um processo em nossas vidas para parar de julgar os outros.
Eu me lembro de uma vez no Brasil, quando, devido a decisões que tomei, perdi alguns amigos. Não só os perdi, mas fui julgado por eles. Eles decidiram tomar partido, e por causa disso, sem falar comigo e ouvir o meu lado da história, eles apenas me julgaram. E até hoje eles não falam comigo. Mas por outro lado, toda vez que vejo alguém se vestir ou se comportar de forma diferente, eu preciso me forçar para não julgar essa pessoa.
Jesus tem isto a nos dizer sobre este assunto: “Não julgueis, e não sereis julgados; não condeneis, e não sereis condenados; perdoai, e sereis perdoados. Lucas 6:37.” e na carta de Tiago, irmão de Jesus, encontramos isto: “Irmãos, não faleis mal uns dos outros. Quem fala mal de um irmão, e julga a seu irmão, fala mal da lei, e julga a lei; ora, se julgas a lei, não és observador da lei, mas juiz. Tiago 4:11.” Estes textos deixam claro que julgar os outros é proibido. Isso não deve fazer parte de nossas vidas.
Julgar os outros envolve pelo menos duas atitudes. A primeira é falar contra o nosso irmão e irmã. Toda vez que eu digo coisas contra alguém estou julgando essa pessoa. Se não é verdade, se não vai edificar aqueles que estão ouvindo, e se não vai trazer glória para Deus, NÃO DIGA.
A outra atitude é declarar julgamento sobre outra pessoa. Quando fazemos isso nós removemos Deus da sua cadeira de juiz e nos colocamos lá, tomando decisões que não são da nossa alçada. Fazemos isto quando nós decidimos o destino final dessa pessoa, quando dizemos que essa pessoa não é uma verdadeira cristã, ou ela não está certa com Deus e vai para o inferno. Quando fazemos isto estamos a agir como se conhecêssemos seus corações, suas razões, e motivações. Não temos esse poder. Só Deus tem. Atuamos também como se nós fossemos melhor ou superior à outra pessoa. Achamos que nosso irmão ou irmã é inferior a nós. E essa atitude não deve estar presente na vida dos seguidores de Jesus.
Tome essa decisão hoje, comece a policiar a sua mente e boca quando você estiver falando de outra pessoa. Você verá a diferença que fará na sua vida e nas vidas das pessoas ao seu redor.
Tenha uma semana abençoada,

Pastor Lucas

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

10 decisões, de acordo com Jesus, que podem mudar sua vida: 7. Se alegrar

Você tem tido motivos para ser feliz ultimamente? Com toda a violência ao redor do mundo, com a economia nos ameaçando com mais dificuldades, com pessoas ficando cada vez mais egoístas e só buscando os seus próprios interesses? Nossa geração está testemunhando uma mudança em todas as áreas de nossas vidas, e às vezes acho que não estamos preparados para isso. Nós não temos a capacidade de resistência dos nossos pais e avós.
Mas você pode tomar uma decisão que pode mudar sua vida. Em vez de se tornar amargo e deprimido, você pode optar por ser feliz e alegre. O salmista diz: “Em ti me alegrarei e exultarei; cantarei louvores ao teu nome, ó Altíssimo. Salmo 9:2.” Há muitas razões para ser feliz, não importa o que você está enfrentando em sua vida. Deixe-me compartilhar algumas com você.
A. Razões internas para se alegrar – estas são as razões que encontramos dentro de nós mesmos. Alguns de nós vão precisar procurar muito para encontrar essas razões, mas elas estão lá. É só uma questão de esforço. A primeira é: nós somos filhos de Deus. Esta é provavelmente a razão mais importante para nos alegrarmos. Deus decidiu fazer-nos seus filhos e filhas, e devemos ser extremamente alegres por isso. A segunda é: Nós fomos perdoados. Com toda a confusão em que nos encontramos, está é uma notícia excelente. Deus em Cristo nos perdoou. Jesus pagou um preço alto pelo nosso perdão. Toda vez que você é lembrado daquilo que você fez e de suas falhas, não se esqueça de que você foi perdoado e se alegre. A terceira é: nós somos aceitos. Alguns de nós lutam para nos aceitarmos a nós mesmos. Nós não somos bons o suficiente, ou bonita o suficiente ou suficientemente forte, ou esperto o suficiente. Por causa disso, pensamos que ninguém nos quer. Isso é uma mentira. Deus, a pessoa mais importante do universo nos aceitou, e este é um grande motivo para nos alegrarmos.
B. Razões externas para se alegrar – além das razões internas para nos alegrarmos, adicione as que estão do lado de fora. A primeira é: nossa família. Mesmo que você tenha problemas com sua família, ela é, para a maioria de nós, uma razão importante para nos alegrarmos. A segunda é: os nossos amigos. Eles são pessoas especiais que Deus em sua graça e misericórdia colocou em nossas vidas. Se alegre pelos amigos que você tem. Dê graças a Deus por eles. A terceira é: o número de pessoas que se importam com você e algumas delas você nem sequer conhece. Há pessoas que estão orando por você que você nunca conheceu. Você não sabe seus nomes. Eu vejo isso em listas de oração ou correntes de oração. Às vezes eu oro por pessoas que eu não conheço, eu nunca conheci e provavelmente nunca conhecerei. Fique feliz por aqueles que se preocupam com você, mesmo não te conhecendo.
C. Razões superiores para se alegrar – estas são as que devem estar no topo da sua lista para fazer você feliz. Você pode basear a sua decisão de ser feliz e se alegrar por essas razões. Aqui estão elas: em primeiro lugar, Deus te ama. Deus é real, Ele é um grande e poderoso Deus, e Ele decidiu te amar. E Ele provou o quanto Ele ama você enviando seu Filho para morrer por você. Segundo: Deus gosta de você. Deus não só enviou seu Filho para você, você é parte de sua preocupação, teus problemas o afetam e o fazem se aproximar de você. Terceiro: Deus está com você. Deus não é um Deus distante, que está fora do nosso alcance. Não, Ele está mais perto do que você pensa. E finalmente: Deus está no controle. Podemos nos alegrar porque nós sabemos que Deus tem tudo sob controle.
Então, não importa onde você esteja na sua jornada, tome uma decisão de se alegrar, e isso mudará sua vida.
Tenha uma semana abençoada,

Pastor Lucas

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

10 decisões, de acordo com Jesus, que podem mudar sua vida: 6. Se arrepender (mudar a mente)

Arrepender-se, em grego “metanoia”, de acordo com o dicionário de grego NVI a palavra significa: “Arrepender, mudar qualquer um ou todos os elementos que compõem a vida: atitude, pensamentos e comportamentos de acordo com as exigências de Deus para uma vida justa.” É uma mudança que é produzida dentro de nossas mentes e extrapolada para nossas vidas. A coisa importante que precisa ser entendida é que esta mudança acontece primeiro em nossos pensamentos e em seguida vai para nosso comportamento.
Devido a isso, eu gostaria de compartilhar com vocês algumas mudanças em nossos pensamentos que devem ser parte do arrependimento, pensamentos que devem ser removidos – o primeiro são os pensamentos que precisam ser removidos. Se vamos mudar a maneira que pensamos precisamos remover certas coisas da nossa mente. Os primeiros são os pensamentos contra a existência de Deus e o seus cuidados. Nossas mentes, acredite ou não, têm sido bombardeadas com pensamentos contra a existência de Deus. Nos levaram a acreditar que Deus não existe, e estamos por nossa conta. O segundo, ligado a este, é o pensamento que se Deus existe, Ele não se importa conosco. Deus é real e Ele gosta de você.
O segundo pensamento que precisamos remover de nossas mentes são os que nos levarão para longe de Deus. Mesmo sabendo que Deus existe, nossas mentes tem de se esforçarem para se aproximar dEle. Por natureza somos mais inclinados a nos afastarmos dEle porque Ele é puro e santo, e nós não somos bons o suficiente para estarmos perto dEle.
O terceiro grupo de pensamentos que devemos remover é os que vão trazer sujeira e lixo para nossas mentes. Os meios de comunicação, a indústria do entretenimento e a ética nos negócios estão fazendo um bom trabalho de bombardear nossas mentes com lixo. Estamos recebendo tanta tralha que é difícil para nós encontrar algo de bom dentro de nossas mentes. Precisamos começar um processo de remoção em nossas mentes, tirando tudo o que nos impedirá de ver Deus e seu amor por nós.
Finalmente, precisamos colocar coisas boas em nossas mentes, precisamos pensar em coisas boas. Todo este processo é composto por duas ações. Um é remover as coisas ruins. A outra é trazer as coisas boas. Precisamos alimentar nossas mentes com boa substância. Alimente sua mente com a palavra de Deus e deixa esses ensinamentos moldarem seu pensamento. Alimente sua mente com a graça e a bondade de Deus. Deus te ama e aceita você não porque você é bom e perfeito. Ele fez isso por causa de seu Filho, Jesus Cristo. Sua vida, sacrifício e ressurreição provam o amor de Deus para com você. Saiba mais sobre o amor, sobre essa maravilhosa redenção. Você vai ver o quanto mudará sua mente. E quando a sua mente for transformada, o resto da sua vida vai mudar, incluindo seu coração, suas crenças e seu comportamento.
Tenha uma semana abençoada,

Pastor Lucas

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

10 decisões, de acordo com Jesus, que podem mudar sua vida: 5. Orar

A oração é uma das decisões mais importantes que podemos fazer. Os Evangelhos estão cheios de exemplos e ensinamentos de Jesus sobre a oração. O desafio para nós hoje é que oração está se tornando outra coisa. Às vezes, temos as palavras certas, mas seus significados são totalmente diferentes.
Existem pelo menos quatro tipos de orações que nos ajudam a entender as pessoas que oram. Aqui estão elas:
1. “Ei! Tem alguém aí em cima?” – esta é a oração do ateu prático. Estas pessoas estão dentro das igrejas, algumas na liderança, mas elas realmente não acreditam que existe um Deus, um ser sobrenatural, todo-poderoso e muito gracioso. Quando elas oram jogam apenas palavras vazias no ar. Se você espremer suas vidas e orações não encontrará muito de Deus lá.
2. “Deus, você pode me ouvir?” – esta oração é feita pelas pessoas que realmente acreditam que Deus existe, mas sua crença é ofuscada pela falta de fé que Deus pode ouvi-las. Para elas Deus é mais uma ideia. Eles acreditam que este mundo não poderia vir à existência por si só. Eles veem as mãos de Deus na natureza e no universo, mas Deus é alguém distante. Ele tem coisas mais importantes para fazer do que ouvi-las e prestar atenção nos seus pequenos pedidos. Alguns deles têm de vez em quando uma experiência com Deus, um toque especial, mas eles voltam para sua vida normal depois de algum tempo.
3. “Deus, eu não sou digno!” – esta é a oração daqueles que creem em Deus e O conhece bastante para entender quão pequenos e insignificantes eles são. Eles reconhecem que Deus é santo, puro, poderoso e soberano. Eles também sabem que são pecadores sob o julgamento de um Deus justo. Eles tem dificuldade para entrar em sua presença, porque eles ainda não estão familiarizados com a misericórdia, graça e bondade de Deus. Para eles o sacrifício de Cristo não foi totalmente aplicado a eles. Eles precisam entender e aceitar que Deus, por causa de Cristo, nos aceita, nos perdoa e nos torna seus filhos e filhas.
4. “Senhor, aqui estou eu, usa-me!” – esta é a oração de alguns que acreditam em Deus, que sabem que Deus está presente em suas vidas, que aceitaram Jesus e seu sacrifício pelos seus pecados e agora querem participar na missão de Deus neste mundo. Eles sabem de suas limitações, mas elas não os impedirá de se envolverem no que Deus está fazendo. Eles querem fazer parceria com Deus. Eles querem servir, trabalhar e fazer a diferença. É uma oração humilde. Eles só estão pedindo a Deus para usá-los. Todos podem fazer esta oração.
Não importa onde você está em sua vida de oração, Continue orando. Deus é real. Ele pode ouvir você. Ele te salvou, e Ele quer te usar no seu trabalho.
Tenha uma semana abençoada,

Pastor Lucas

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

10 decisões, de acordo com Jesus, que podem mudar sua vida: 4. Amar

Amor, sem dúvida é a palavra mais usada em nosso vocabulário. “Eu te amo!” “Devemos amar mais e brigar menos.” “O amor pode resolver todos os problemas do mundo.” E como estes temos muitos outros. O problema que enfrentamos é que falamos muito sobre o amor, mas não estamos praticando o que dizemos.
Eu acredito que o maior problema com “amor” é que se tornou um sentimento, uma emoção. As pessoas pensam que precisam gostar de alguém. Eles precisam se sentir bem no que fazem para os outros, e eles devem ser movidos, impulsionados emocionalmente para agir e fazer algo.
Eu coloquei o amor nesta lista, porque o amor não é um sentimento. O amor é uma decisão, e porque é uma decisão ele deve ser incorporado na lista das decisões, que de acordo com Jesus, podem mudar sua vida.
Na língua grega, há uma palavra para o sentimento, mas não é o que eu estou falando. A principal palavra que Jesus usa para amor significa decisão, ação, mesmo que nós não gostemos, ou nos sentimos bem sobre isso. Jesus não está pedindo para nos sentirmos bem, Ele está nos pedindo para fazer alguma coisa.
Este tipo de amor, envolverá decisões e ações. Aqui estão elas:
A. Ajudar – a primeira é ajudar. Amar alguém na concepção de Jesus é ajudar alguém. Isto é o que Ele pediu a seus discípulos para fazer quando Ele disse que devemos amar nosso próximo. Se alguém perto de nós precisa de ajuda, não importa se nós gostamos dele ou não, nós devemos nos esforçar e fazer algo. Os apóstolos pegaram essa ideia e a expandiram para dizer que se eu ver um irmão ou irmã em necessidade eu deveria ajudar, dar comida, roupas, etc.
B. Servir – a próxima ideia associada com esta ação é servir. Somos chamados para ser servos. Jesus foi claro aos seus discípulos, quando Ele disse que devemos servir uns aos outros. Ser um servo é algo que nossa cultura não incentiva. Estamos motivados e desafiados a ser mestres e não servos. Mas isso não é amor. Quando eu amo eu devo estar disposto a servir.
C. Sacrificar – finalmente, a última ideia associada a esta palavra "Amor" é sacrifício. Jesus amou-nos tanto que Ele sacrificou sua vida por nós, e nos pede para fazermos o mesmo. Como você pode ver, sentimento não tem nada a ver com isso. Ninguém gosta de sofrer e morrer, mas o discípulo de Cristo está disposto a amar dessa forma.
Quando você tomar a decisão de amar, sua vida mudará e a vida de outros ao seu redor também.
Tenha uma semana abençoada,

Pastor Lucas